The price of living together

Hello guys!

How are you?

How has your relationship with society been? To what extent can our coexistence affect our way of being, thinking and acting? Have these questions already been asked? I am writing after analyzing how I feel and I come to the conclusion that this society practically makes us cowards, without a voice and puppets. Where we do not have the courage to help others because we are afraid of what they will say about us or we help to just have the reputation of solidarity… Where are we going to stop this?

Why do we have to be someone who favors others and not ourselves? I don’t say that we have to be selfish, but we must think for ourselves. How long will we accept to be so confined in society? Why do we let our freedom run through our fingers? Fear? Yes, they give us supposed reasons to have, but if they stop to analyze, they are only means of psychological control that end up really having an effect. But we have to keep in mind that a society is not just a group of people, but all people who are in the same environment regardless of how they are.

Do not be overwhelmed, fight for yourself and for others for a united society.

Kiss Kiss…

O preço da convivência

Olá pessoal!

Como estão?

Como tem sido a vossa convivência na sociedade? Até que ponto a nossa convivência pode afectar a nossa maneira de ser, pensar e agir? Por acaso já se fizeram estas perguntas? Estou escrevendo depois de analisar como me sinto e chego a conclusão que esta sociedade praticamente nos torna covardes, sem voz e marionetas. Onde não temos coragem de ajudar o próximo porque temos medo do que dirão de nós ou ajudamos para apenas ter a fama de solidários… Onde vamos parar com isto?

Porque temos que ser alguém que favorece aos outros e não a nós mesmos? Não digo que temos de ser egoístas, mas sim de pensar por nós mesmos. Até quando aceitaremos ser tão confinados na sociedade? Porque deixamos a nossa liberdade escorrer por entre nossos dedos? Medo? Sim dão-nos supostos motivos para ter, mas se pararem para analisar são apenas meios de controle psicológico que acabam realmente fazendo efeito. Mas temos que ter em mente que uma sociedade não é apenas um grupo de pessoas, mas sim todas as pessoas que estão no mesmo meio independentemente de como sejam.

Não se deixem abater, lutem por si e pelos outros por uma sociedade unida.

Beijos Beijos…

Why do we look at color?

Hello people!

How are you?

I am fine, but very unhappy with certain recent events …

“Why we have to define a person by color”, “Because he is black, he is a thief or something like that!”. I am black and honestly I am very proud to be. Even though it is not easy to accept black people in this society that standardizes white people as perfect and superior to black people. I think the way of acting of those who should defend us is very sad and in the end it is who takes our lives. Current situations only show how hypocritical our society is. From the front it shows a face and from behind it acts completely differently.

We must respect each other equally, regardless of color, race, culture, gender, sexual orientation, and physical and mental state. We must take care of each other and not sabotage ourselves. “How far do you think your attitude goes?” Revenge is not the best solution, but given the current blockade of opinions in society, it seems to be the only way to hear the people’s cry for a supposed acceptance in a medium that should not even exist. Please put your hand on your conscience and reflect on your actions. Being black is neither a crime nor an offense. We’re all the same. Parents teach your children from an early age to respect others and to look at them as equals.

Our actions may not reflect directly on us, but there is always someone who will suffer because of them.

XO XO XO!

Porque olhamos a cor?

Olá pessoal!

Como estão?

Eu estou bem, mas muito inconformada com certos acontecimentos recentes…

“Porque temos que definir uma pessoa pela cor”, “Porque é negro é ladrão ou outra coisa do género!”. Eu sou negra e sinceramente me orgulho muito de ser. Mesmo não sendo fácil se aceitar negra nesta sociedade que padroniza os de cor branca como perfeitos e superiores aos negros. Eu acho muito triste a forma de atuação de quem nos devia defender e no final é quem nos tira a vida. As situações atuais só mostram o quão hipócrita é a nossa sociedade. De frente mostra uma cara e por trás age de maneira completamente diferente.

Devemos nos respeitar de maneira igual, independentemente, da cor, raça, cultura, género, orientação sexual, e estado físico e mental. Devemos cuidar uns dos outros e não nos sabotar. “Até onde pensam que vai essa vossa atitude? Vingança não é a melhor solução, mas visto o bloqueio atual das opiniões na sociedade, parece ser a única forma de ser ouvido o clamor do povo por uma suposta aceitação em um meio que nem devia existir. Por favor, ponham a mão na consciência e reflitam sobre os seus atos. Ser negro não é crime nem ofensa. Somos todos iguais. Pais ensinem as vossas crianças desde cedo a respeitar o próximo e a olharem eles como igual.

As nossas ações podem não refletir diretamente em nós, mas há sempre alguém que irá sofrer por causa delas.

Bjs Bjs Bjs…

My Africa

Hello people.


Today in celebration of Africa Day, a continent I am proud to have been born in, we will have one more post. It is difficult to describe Africa in words, but I consider it to be “My life”. I am proud of my origin and of seeing how good Africa can be for yours. Hence some questions arise: “Why do we forget it?”, “Why do we treat it only as an object of exchange?”, “Why are we ashamed of it and our cultures?”…


Many Africans prefer to flee their countries in search of better conditions because of the enslavement of Africa. We want it so much that it gives us (mainly natural) resources that we end up becoming slaves to our own greed. Thus making our lives more and more miserable. “Why do our goods have to enrich and improve other countries only?”, “Why can’t we invest in preserving and improving our continent?” Simple, because it is difficult to give up indirect slavery, which appears to be done for money, but has much more behind it.


Being such an important day for us, we must put our hands on conscience and reflect on: “Why are we destroying our dear Africa?”, “Why do we prefer to adopt cultures, which we have not even heard about many times, instead of ours?”, “Why do we neglect our people and our continent?”, And much more. Keep in mind that changing nationality does not erase your origins. Be proud of your color, culture, race or religion and especially Africa, which despite being forgotten, never forgets its own.


Repentance will always be the last to knock on your door, but if your attitudes are rethought and changed, your future will also change.

Happy Africa Day !!!

Minha África

Olá pessoal.

Hoje em comemoração do Dia de África, continente do qual tenho orgulho de ter nascido, teremos mais um post. É difícil descrever África com palavras, mas eu considero ela a “Minha vida”. Tenho orgulho da minha origem e de ver o quão África pode ser boa para os seus. Daí surgem algumas questões: “Porque esquecemos dela?”, “Porque a tratamos apenas como um objecto de trocas?”, “Porque temos vergonha dela e das nossas culturas?”

Muitos africanos preferem fugir dos seus países em busca de condições melhores por causa da escravização de África. Queremos tanto que ela nos dê recursos (principalmente naturais) que acabamos nos tornando escravos da nossa própria ganância. Tornando assim a nossa vida cada vez mais miserável. “Porque os nossos bens têm que enriquecer e melhorar outros países apenas?”, “Porque não podemos investir na preservação e melhoria do nosso continente?”. Simples, porque é difícil abrir mão da escravização indirecta, que aparenta ser feita pelo dinheiro, mas tem muito mais por trás.

Sendo um dia tão importante para nós devemos por a mão na consciência e reflectir sobre: “Porque estamos as destruir a nossa querida África?”, “Porque preferimos adoptar culturas, que por muitas vezes nem tínhamos ouvido falar, em vez da nossa?”, “Porque negligenciamos o nosso povo e o nosso continente?”, e sobre muito mais. Tenham em mente que a mudança de nacionalidade não apaga as suas origens. Tenham orgulho da sua cor, cultura, raça ou religião e principalmente de África, que apesar de ser esquecida nunca esquece dos seus.

O arrependimento sempre será o último a bater a sua porta, mas se as tuas atitudes forem repensadas e mudadas o teu futuro também mudará.

Feliz dia de África!!!

O bom do silêncio / The good of silence

Olá pessoal.

Hoje já começo com a questão: “O quão valioso é o silêncio para você?”.  Para mim ele é muito importante, porque é nele que conseguimos pensar e reflectir sobre nós mesmos. Todos nós sabemos ou devemos saber que a “dita perfeição” é uma teoria social. Podemos ser perfeitos sim, mas dentro dos nossos padrões e não padrões impostos. Neste período em que estamos a passar o facto de termos que estar em isolamento social nos dá mais tempo para aproveitar do silêncio. Aproveitem para ver o que esta bem ou não, o que tem que mudar ou não, se manterão as metas anteriores, acrescentarão ou mudarão. Com esta pandemia temos a chance de olhar para nós mesmos e nos perguntar se somos o que realmente gostaríamos de ser e se o que fazemos é bom ou não…

É muito difícil trocar a agitação rotineira por um silêncio anormal, mas sinceramente é muito bom. Quantas vezes vocês já pararam para pensar nos problemas ambientais? Quantas vezes já param para lembrar da sua infância? Quantas vezes já param para pensar no declínio da sociedade em que estamos ou não? Acho que muitos já se fizeram estas ou perguntas semelhantes, se não, devem faze-las. Foi mesmo necessário uma pandemia para nós pararmos para pensar? Até que ponto nos encontramos manipulados pela sociedade?

Nunca é tarde para mudar, apenas pare e pense!!!

Obrigada a todos. 🙂 🙂 🙂

******

Hi guys.

Today I begin with the question: “How valuable is silence to you?”. For me it is very important, because it is in it that we are able to think and reflect on ourselves. We all know or should know that “said perfection” is a social theory. We can be perfect yes, but within our standards and not imposed standards. In this period when we are experiencing the fact that having to be in social isolation gives us more time to enjoy the silence. Take the opportunity to see what is good or not, what has to change or not, if the previous goals will be maintained, they will add or change. With this pandemic we have a chance to look at ourselves and ask ourselves if we are what we really would like to be and if what we do is good or not

It is very difficult to exchange routine agitation for abnormal silence, but honestly it is very good. How many times have you stopped to think about environmental problems? How many times have you stopped to remember your childhood? How many times have you stopped to think about the decline of the society we are in or not? I think that many have already asked themselves these or similar questions, if not, they should ask them. Was it really necessary for a pandemic to stop and think? To what extent are we manipulated by society?

It’s never too late to change, just stop and think !!!

Thank you all. 🙂 🙂 🙂

Reflexão / Reflection

Olá pessoal.

Depois de um tempo distante estou de volta 🙂 🙂 :). Este é o primeiro post do ano, que já devia ter saido mas acabei atrasando, o que importa é que ele saiu…. Que felicidade… Já agora venho agradecer aos leitores que cedem um pouco do seu tempo para ler os meus posts. Muito obrigada mesmo.

Espero que todos tenham entrado bem no novo ano, eu entrei bem, e espero que o ano seja muito bom para todos. Então esta mudança de ano levanta uma questão: “O que eu/você espero/a no novo ano? “. Mas esta questão pode ser respondida com as nossas acções. Se eu pratico o bem, independentemente se receber algo em troca ou não, receberei o bem e se pratico o mal receberei o mal independentemente do tempo que passe.

Mas na minha opinião isto levanta outra questão: “Será que conseguimos deixar passar ou deixar de praticar? “, eu acho que nós conseguimos sim viver sem praticar o mal, não digo que será fácil mas não é impossível. Podemos muito bem perdoar e aceitar cada um como é sem que isso tire nenhum pedaço de ninguém. Não digo que eu sou perfeita porque não sou, mas aí aparece um porém, perfeição não devia ser o que a sociedade acha e sim o que cada um acha de sí próprio. Apesar de procurar sempre evoluir, sem prejudicar ninguém claro, eu me acho perfeita por mim mesma e isso deixa a minha alma e mente mais aliviadas. Porque eu não penso em fazer mal a alguém ou em quem devo invejar ou prejudicar para alcançar os meus objetivos. Por vezes o sentimento do ódio até tenta bater a minha porta 🙂 🙂 🙂 mas eu penso que serei a única prejudicada, já que eu estarei a remoer esse sentimento e a outra pessoa por vezes nem lembra mais que me fez mal.

Por isso pesso a todos que reflitam sobre suas vidas e vejam se não é tempo de mudar e ser mais feliz com a vida.

Se os factos não adicionam nada a sua vida então subtrai eles da mesma.

Obrigada a todos. 😉😘

******

Hi guys.

After a long time I’m back 🙂 🙂 :). This is the first post of the year, which should have left but I ended up delaying, what matters is that he left …. What a happiness … By the way, I would like to thank the readers who give a little of their time to read mine posts. Thank you very much.

I hope that everyone entered the new year well, I entered well, and I hope that the year is very good for everyone. So this change of year raises a question: “What do you / I expect in the new year?”. But this question can be answered with our actions. If I do good, regardless of whether I receive something in return or not, I will receive good and if I do evil I will receive evil regardless of the time that passes.

But in my opinion, this raises another question: “Can we let it go or do it?”, I think we can live without doing evil, I don’t say it will be easy but it is not impossible. We can very well forgive and accept each one as it is without taking any pieces from anyone. I do not say that I am perfect because I am not, but then there is a catch, perfection should not be what society thinks but what each one thinks of himself. Despite always trying to evolve, without harming anyone of course, I think I’m perfect on my own and that leaves my soul and mind more relieved. Because I don’t think about harming someone or whom I should envy or harm to achieve my goals. Sometimes the feeling of hatred even tries to knock on my door 🙂 🙂 🙂 but I think that I will be the only one harmed, since I will be brooding over that feeling and the other person sometimes doesn’t even remember that it did me any harm.

That’s why I ask everyone to reflect on their lives and see if it’s not time to change and be happier with life.

If the facts add nothing to your life then subtract them from it.

Thank you all. 😉😘

Namoros / Relationships

Olá pessoal.

Hoje venho falar sobre namoros.

Hoje em dia este é um tema que abrange várias idades, más também percebido de maneira diferente por cada pessoa.

Nos dias actuais vemos muitas crianças dizendo que ja tem namorados… Na minha opinião criança não estão na fase de nanoros. Elas estão na fase de aprendizagem. Uma fase em que elas divertem-se a prendem sobre o mundo de descobertas que fazem e não na fase em que tem que aprender sobre como usar um preservativo ou como amamentar um bebé. Isso prejudica a mente e o desenvolvimento das crianças.

No mundo adolescente actual muitos pensam em namoro e outros em “curtição“, hoje ficam com um/a e amanhã com outro/a e assim segue… Isso não é bom porque esta fase é praticamente uma fase de decisões. Uma fase em que cada um sabe que todas as suas acções trazem reacções. Eles tem capacidade de dizer não ou sim nas várias situações que se encontrarem. Então ai surge outro problema, o “Sexo“.

Nesta fase e na adulta também há pessoas que praticam chantagens emocionais com o único objetivo de conseguir sexo. Uma das frases usada como chantagem é a “Se me amas de verdade vais fazer sexo comigo!”. Isso não deve ser feito. Sexo não se impõe. Deve ser feito com o consenso das duas partes porque caso contrário torna-se violação.

Na fase adulta também ocorrem os mesmos problemas. Isto mostra que até os adultos também podem sofrer dessas chantagens.

Eu aconselho a cada um a ter amor próprio antes de querer ter pelos outros. com este amor próprio as pessoas tornam-se menos propensas a cederem a esse tipo de chantagem.

Se alguém te fizer esse tipo de chantagem separe. Ser solteiro/a não é crime nem problema para ninguém.

“Mais vale só que mal acompanhado”.

Obrigada a todos 😉😘

******

Hi guys.

Today I’ll talk about relationships.

These days, this is a theme that sees no limits on age group, but gathers a different perception from each and every one.

Nowadays, we see children saying that they have a boyfriend/girlfriend. In my opinion, children are not ready for dating. They are in a phase of learning. A time where they have fun and learn about the world they live in and it’s not the right moment to learn how to use condoms or how to breast feed. That has a negative impact on they development.

In the modern teenage world, many think about dating and non lasting relations. Today they are with one and tomorrow another and it goes on, and on, and on. That’s a bad thing because that is the time when your decisions count the most and most of them know that there is a reaction to every action they make. The power to say “yes” or “no” to the various situations they encounter is within their grasp. Then another problem comes up, “SEX”.

In this phase and also in adulthood, there are people who blackmail others emotionally with the objective of having sex. One of the most common phrases used for that is: “If you really love me, we should do it.”. And that shouldn’t be done, as sex is not something that should be imposed by somebody on someone else. It should be done freely, otherwise can be counted as an assault.

Everybody is somehow susceptible to those things. Even adults can be blackmailed.

I advise everyone to love oneself before loving others. With self love, people tend to be less susceptible to these problems (Blackmail).

If that kind of attitude comes up in your relationship, then breakup. Being single is not a crime and not a problem for anyone whatsoever.

“Better single than with a bad company”.

Thanks everyone 😉😘

Eu… / Me…

Olá pessoal.

Hoje vim falar um pouco sobre a minha loucura… Kkkkkk brincadeira 😉😂. Venho falar um pouco sobre mim.

Chamo- me Erika e tenho 21 anos, completados recente. Sou moçambicana com muito orgulho. Sou a mais velha de três irmãs, uma com 18 anos e outra com 11 anitos…

Como já disse uma vez sou apaixonada por livros, a leitura me permite entrar em um mundo paralelo onde me posso sentir dentro das histórias e imaginar as acções como se eu também fosse uma personagem dela. Isso torna as histórias mais emocionantes para mim.

Más além de ler gosto também de assistir filmes e séries, irei sugerir alguns em um próximo post 😉, ouvir musicas, principalmente as clássicas e as antigas, gosto de fazer bolos e de caminhar, apesar de não fazer muito.

Gosto de ler alguns blogs e ver alguns vlogs, irei sugerir em um próximo post também 😉, e me inspiro em boa parte deles. Gosto muito de estudar, apesar de algumas vezes ser bem cansativo e chato 😅.

Sou tímida e caseira demais por isso uso o blog para exprimir os meus pensamentos e sentimentos…

Assim vocês ficam a saber um pouco mais sobre de mim, eu gostaria de saber também sobre vocês. É uma grande honra e prazer escrever para voces.

Obrigada a todos. 😘

******

Hi guys.

Today I’ll talk a bit about my craziness… Just kidding😉😂. I’ll talk a bit about me.

My name is Erika and I became 21 years old recently. I’m proudly Mozambican. The older sister of two other girls, one is 18 and the other is 11.

As I said on one of my previous posts, I am in love with books. Reading allows me to reach a parallel universe in which I can feel like I’m part of the story and imagine the action as if I’m one of the personages from it.
That makes the stories more exciting for me.

But, besides reading I also enjoy watching movies and series, which I’ll make sure to suggest in a later post😉, listen to music, mostly the old and classic ones. I love baking and walking, even though I’m not much of a walker.

I like to read some blogs and see some vlogs, which I’ll kindly suggest on a later post as well😉, as I get my inspiration from some them.
I enjoy studying although sometimes its boring and tedious😅.

I’m shy and stay at home a lot, thats why I use the blog as a way of expressing my thoughts and feelings…

In this way you’ll know a little more about me, I would also like to know about you. It is a great honor writing for you.

Thanks everyone. 😘

Blog no WordPress.com.

Acima ↑